• demacedogroup

Casamento na Igreja Outeiro da Glória, regras e procedimentos

Atualizado: Out 11


Para muitos casais, o local onde ocorrerá a cerimônia religiosa é tão (ou até mais) importante que os outros preparativos do casamento. Portanto, escolher a igreja é um processo que precisa ser pensado com calma, avaliando a localização, a beleza do local, as exigências, a religião e outros pontos super relevantes.


Uma das mais requisitadas é a Igreja Outeiro da Glória. Localizada no Rio de Janeiro, a paróquia é toda em estilo barroco e considerada um Patrimônio Histórico e Artístico Nacional, dispondo de um interior com painéis portugueses azuis e brancos e capacidade para até 120 convidados sentados.



A Outeiro da Glória fica no alto de um pequeno morro de frente para o Aterro do Flamengo, tem uma vista incrível e inclusive pode ser locada para festas. Confira aqui como casar-se na Igreja Outeiro da Glória, os valores, a história do local e tudo o que você precisa saber sobre esse espaço.


As exigências da Igreja Outeiro da Glória

Para casar-se na Outeiro da Glória, é necessário atentar-se a alguns detalhes. A igreja permite apenas uma cerimônia por noite – que pode acontecer entre 18h e 20h – e tem capacidade para 130 convidados sentados.

O valor para realizar a cerimônia é de R$ 6400 e inclui padre, iluminação interna e externa, tapete vermelho e sinos. Caso a família já tenha um padre conhecido, eles permitem que este realize a cerimônia. As músicas devem ser aprovadas previamente pelo padre. O agendamento deve ser feito com 1 ano de antecedência.

A beleza da Igreja Outeiro da Glória

A Igreja da Glória tem origem numa pequena ermida do século XVII construída em um terreno doado à Irmandade da Glória em 1699 por Cláudio do Amaral Gurgel. Não se sabe exatamente quando começou a construção da igreja, sabendo-se com certeza que foi inaugurada em 1739. Considera-se provável que tenha sido começada nos anos 1730, ainda que alguns acreditam que as obras começaram ainda em 1714.



A tradição oral atribui o projeto ao tenente-coronel e engenheiro-militar português José Cardoso Ramalho, mas não há documentos que confirmem a autoria. A pedra utilizada na construção da igreja proveio da Pedreira da Glória, no Morro da Nova Sintra, no bairro do Catete. A planta da igreja é composta por dois octógonos, o que lhe dá a forma de um "8". Os espaços curvos - especialmente elípticos - são uma forma típica do barroco e estreiam na arquitetura do Rio nesta igreja. Um dos octógonos é ocupado pela nave curva da igreja, enquanto o outro é ocupado pela sacristia. O interior da nave transmite uma sensação de monumentalidade, graças às pilastras de cantaria e ao teto abobadado.

As partes baixas da nave estão cobertas com magníficos painéis de azulejos brancos-azuis lisboetas, feitos entre 1735 e 1740 na oficina de Mestre Valentim de Almeida, com temas bíblicos, recentemente restaurados. A sacristia também está forrada de azulejos, mas com temas profanos (cenas de caça). A igreja tem três bons altares de feição rococó, datados da transição entre o século XVIII e o XIX. Sobre o arco-cruzeiro da capela-mor se encontra o escudo da Família Imperial Brasileira.


O exterior da Igreja da Glória tem um perfil característico, com os dois corpos octogonais precedidos por uma torre quadrangular coroada com uma cúpula de forma "acebolada". O primeiro piso da torre tem uma galilé - espaço abobadado - por onde se entra na igreja através de um portal com um medalhão representando a Virgem e o Menino. Este portal e dois outros estão esculpidos em pedra de lioz e foram trazidos de Lisboa na segunda metade do século XVIII.

A Igreja Outeiro da Glória fica na Praça Nossa Sra. da Glória, 26 - Glória, Rio de Janeiro – RJ



Quer saber mais sobre Casamentos, Planejamento, Vestido de Noiva, Decoração de Casamento ou até mesmo Lua de Mel? Acesse os links para ler mais sobre o conteúdo.